terça-feira, 1 de junho de 2010

Fifa proíbe manifestações religiosas durante a Copa

Sim, é isso mesmo que está no título.

Não, a Fifa não é a federação cubana de futebol.

Isso é o politicamente correto levado às últimas consequências. Por um suposto pudor de não ofender a religião alheia, proíbe-se qualquer manifestação religiosa.

Qual o problema de um jogador, caso campeão, exibir uma camiseta do tipo "I belong to Jesus"? Qual ofensa tal item apresenta a um muçulmano, por exemplo? Isso só incomoda aos ateus radicais. Qual tipo de problema tais manifestações causaram, até hoje, em estádios de futebol? Desconheço um exemplo sequer.

Toda religião possui uma dimensão social, o que implica em manifestação pública da fé. E isso não é ofensa a ninguém.

Ofensa é querer impor uma proibição absurda.

Por fim, para mim é muita frescura sentir-se ofendido por uma camiseta escrito "I belong to Jesus". O politicamente correto é isso: é imposição da frescura à toda sociedade.

4 comentários:

Site Aborto Não PT Não disse...

Olá! "Aborto Não PT Não" é um site "pró-vida" para divulgação da política "pró-aborto" do PT.

### Por favor nos ajude a divulgar. ###
### Para ajudar, você pode colocar um link no seu blog. ###

http://www.AbortoNaoPtNao.com

Obrigado!

Júnior disse...

Olá!
Vi que você aprecia as obras de Tolkien.
Já leu o Silmarillion?
Abraço.

Lelê Carabina disse...

Além de frescos, são chatos. Ai que gente mais chata que está exercendo o poder...

Larissa disse...

É uma besteira, pura e simples. Os jogadores continuam rezando antes e depois de cada tempo. Além disso, tinha um árbitro espanhol que fazia tanto o sinal da cruz que mais parecia tique nervoso do que benção.
Obrigado pelo comentário, R.B. Foi muito gentil.