quarta-feira, 30 de setembro de 2009

A menina e o monstro

O diretor de cinema Roman Polanski está preso por estuprar uma garota de 13 anos em 1977. E foi estupro mesmo - lamentavelmente o depoimento da moça está circulando na internet.

Agora, prenderam o canalha. Ele pode até ser um gênio do cinema, mas tem uma pena a ser cumprida.

A reação do pessoal do cenário artístico é deplorável, exigindo sua imediata libertação. A troco de nada.

É que, para essa gente, a genialidade de Polanski justifica suas transgressões. Por mais graves que tenham sido. Nem preciso comentar o absurdo disso.

A decadência moral do mundo artístico é assustadora, todos sabem. Mas não sabia que chegava a um nível tão baixo. O gênio agora pode tudo, é isso?

2 comentários:

Alexandre M. F. Silva disse...

Rodolfo, este tipo de coisa não é novidade, e já houve canalhices piores no passado. Bertrand Russell fala em suas memórias de uma moça que seduziu e abandonou, e que acabou se suicidando - isto com a maior cara-de-pau, e ainda foi elogiado por sua "coragem". Se o Polanski for punido agora, melhor para a alma dele.

Recentemente o ator que faz o Harry Potter falou contra os pais que se opõem a que seus filhos recebam uma educação pró-homossexual. Uma sujeira pela qual provavelmente nunca será insultado ou punido.

A favor do Polanski pode-se dizer que ao menos nos seus últimos filmes ("O Pianista" e "Oliver Twist"), não tem sido um cineasta imoral ou antirreligioso.

Luh disse...

Como puderam deixá-lo tanto tempo fazendo filmes sem que se tenha cumprido a pena, por 30 anos!
É realmente muito complicado, as pessoas acham que passando o tempo tudo se ajeita, absolve, prescreve. Achando que o tempo é eterno...